Como anda a gestão financeira da sua empresa?

Tempo de Leitura: 4 min.

Como anda a gestão financeira da sua empresa?

Sistema de Gestão Financeira para MEI e Pequenas Empresas de Serviço

Segundo Peter Drucker, austríaco considerado o pai da administração moderna, toda empresa possui duas funções básicas: Inovação e Marketing.

Bem, essa afirmação faz muito sentido se você entender como é importante estar sempre atualizando produtos e serviços em busca de liderança, produtividade e é claro, mais vendas.

Entretanto, mesmo que você seja um Steve Jobs (fundador e guru da Apple) da inovação e do marketing, sem uma boa gestão financeira, nada feito!

É após a venda que começam os problemas financeiros, principalmente para o pequeno empresário.

Sem gestão financeira, o negócio certamente terá problemas de caixa que mais cedo ou mais tarde, acarretarão dificuldades que podem minar a sobrevivência do negócio.

Neste artigo vamos conversar um pouco sobre o que é gestão financeira e entender os seus pilares básicos.

Pronto para começar? Então vamos nessa!


A Gestão Financeira nas Pequenas Empresas

Infelizmente a grande maioria das pequenos empresários, desconhecem as boas práticas da gestão financeira.

O resultado disso são empresários e empresas endividadas de maneira insustentável, ou seja, sem que esse endividamento ajude de forma eficaz a evolução das receitas.

Por isso é importante que você se conscientize sobre a importância de ter a gestão financeira implantada na sua empresa.

Na maioria das empresas que presto consultoria financeira, há o completo desconhecimento de conceitos e ferramentas fundamentais para gestão financeira, como o fluxo de caixa.


O que é Gestão Financeira

A gestão financeira é o conjunto de conhecimentos e ferramentas utilizadas para a gestão dos recursos financeiros de forma a fornecer: controle, análise e previsibilidade.

Sem o mínimo controle, a empresa não conseguirá seguir em frente nas suas tarefas de inovação e marketing (vendas).

É preciso ter muita disciplina, organização e entender que organizar e manter organizado o financeiro é uma tarefa importantíssima. Tão importante quanto vender!

Dedique pelo menos uma hora por dia (de preferência logo pela manhã) à gestão financeira. Trace as sua metas, execute, análise e corrija. É o básico para o sucesso!

gestão financeira


Os Pilares da Gestão Financeira

Para que a cultura da gestão financeira seja implantada dentro da empresa, é necessário saber quais são os pilares que a sustentam para que o processo ocorra de forma sustentável.

Vou falar aqui de 5 pilares fundamentais .


Responsabilidade Financeira

Neste primeiro pilar, é importante tratarmos de um assunto bem sério: a responsabilidade financeira do sócio que trabalha na empresa.

É normal e eu diria até cultural, a contaminação entre sócio e empresa quando falamos de finanças. Esta prática está incorporada ao dia a dia das pequenas empresas.

Entretanto, ela é extremamente danosa para controles, análises e principalmente, para o capital de giro.

Aqui estão contidas diretrizes fundamentais na relação sócio/empresa. São elas:

  • Separação do dinheiro do sócio do da empresa
  • Bloqueio de ataques ao caixa
  • Não uso da empresa em benefício próprio

Esses pilares precisam estar presentes no negócio para que a empresa não seja sufocada pelo sócio.

Por isso, antes de seguir adiante, corrija essa situação caso esteja acontecendo no seu negócio.


Controle Financeiro

Agora sim estamos entrando no coração da gestão financeira. Aqui estão inclusos todas as rotinas, processos e ferramentas que são necessários para se obter o controle financeiro.

Neste caso, estamos falando basicamente de:

  • Contas a pagar e receber
  • Plano de contas
  • Política de crédito
  • Fluxo de caixa

Se esse pilar não for firme, todo os outros ruirão. É preciso ter um excelente controle financeiro para sustentar as atividades da empresa.


Análise Financeira

Se os controles estão implantados e executados de maneira correta, chegou o momento de começar a analisar os resultados.

Não adianta fazer o controle, encher o banco de dados de informação, se não existir uma inteligência por traz disso tudo.

A análise financeira é fundamental para entender o que está acontecendo com a empresa para que medidas possam ser tomadas, se necessário.

Podemos dizer que neste pilar, estamos falando de:


Planejamento Financeiro

Depois de feito o controle e a análise dos dados financeiros da empresa, chegou a hora de planejar.

Quando existem informações disponíveis, o planejamento se torna mais assertivo.

É responsabilidade do gestor financeiro planejar o uso dos ativos financeiros do negócio. Entender a formação do caixa e planejar a sua aplicação é fundamental para a estabilidade financeira.

Lembrando que é função da área financeira não só manter o caixa saudável, quando existe a previsão de necessidade de capital, como também quando existir um horizonte de excesso de caixa (coisa boa!).

Sim, caro empresário(a), não é saudável manter no caixa valores elevados de dinheiro. É preciso aplicar esse excedente de no que for mais eficaz para melhorar o resultado do negócio.


Estabilidade Financeira

Não existe empresa que se mantenha sólida sem a estabilidade financeira.

Se todos os outros pilares estiverem presentes no seu negócio, chegou a hora de buscar investimentos e garantias para perpetuar a empresa.

A estabilidade financeira é um pilar essencial para que o empresário(a) tenha tranquilidade para inovar e fazer marketing.

Ser empresário neste nosso país já um enorme desafio, fazer isso sem ter controles, planejamento e estabilidade financeira é extremamente mais difícil.

As crises existem e sempre existirão. São processos cíclicos que podem pegar a empresa com a calça na mão.

Ter uma reserva financeira neste momento, pode ser a diferença entre seguir em frente ou fechar as portas.

Seja prudente e precavido, busque desde já manter a estabilidade financeira da empresa.

Live 03/07/19 – Os pilares da Gestão Financeira


Resumindo


Por fim, não importa o tamanho do seu negócio, é preciso começar imediatamente a implantar a gestão financeira.

Assim você vai dominar os números, sendo capaz de controlar, planejar e perpetuar a empresa.

Cabe lembrar ainda, a brilhante observação de Willian Deming, um dos responsáveis pela recuperação do Japão no pós-guerra:


“Não se gerencia o que não se mede”


Só depende de você começar a medir e controlar as finanças da sua empresa.

Assim será possível criar as bases para erguer um negócio sólido e com boas práticas de gestão financeira.

A Consultei é especialista em gestão financeira para pequenas empresas.

Entre em contato e vamos conversar um pouco sobre como podemos ajudar o seu negócio.

Décio Muniz

Décio Muniz

Empreendedor e Gestor Financeiro. Possui longa experiência em funções gerenciais dentro de diversas empresas. É especializado em Gestão e Finanças por duas das melhores escolas de negócio do país: Ibmec e FGV. Em 2017 fundou a Consultei seguindo o seu desejo de ajudar as pequenas empresas a se desenvolverem através da organização e controle da Gestão Financeira.
Podcast Gestão Financeira Consultei
O podcast que fala sobre finanças para os pequenos empresários